Porque colocar plantas aquáticas no aquário

Veja porque é essencial ter plantas aquáticas naturais no seu aquário

As plantas aquáticas são responsáveis pela produção de oxigênio, absorção do dióxido de carbono (gás carbônico ou CO2) produzido pelos peixes, além de ajudar na renovação de detritos orgânicos. Mas não basta apenas colocar umas poucas plantinhas para que isso ocorra, e sim um grupo de plantas que irão trabalhar em conjunto para que todas essas etapas ocorram da melhor maneira. É esta a capacidade que permite às plantas contribuírem de uma forma decisiva para a criação de um ambiente estável no aquário. 

Benefícios de ter plantas aquáticas naturais no seu aquário

1. A produção de oxigênio para a nossa sobrevivência:

Para entendermos como as plantas produzem oxigênio para os seres humanos, vamos primeiro compreender alguns conceitos como o que são clorofila, fotossíntese e dióxido de carbono.

Clorofila é um pigmento verde presente nas plantas que lhes dá essa cor, e encontra-se em maior quantidade nas folhas. A sua apresentação na cor verde deve-se à absorção da luz solar no espectro de luz, variando entre o azul e o vermelho e refletindo as tonalidades que as folhas apresentam. 

A clorofila é formada por um grupo de pigmentos fotossintéticos, isto é, os pigmentos conseguem absorver a luz, transformando o dióxido de carbono, sais minerais e a água em oxigênio e carboidratos. Ela está presente em todos os vegetais e é responsável pelo processo de fotossíntese, que transforma a planta em alimento e libera oxigênio para a atmosfera. Como o oxigênio que nós respiramos é produzido a partir das plantas (com clorofila) e de algas, musgos, fetos, etc, nem os homens nem os outros animais podem viver sem estas.

Só depois de se terem desenvolvido as primeiras algas unicelulares com clorofila, há cerca de 2 bilhões de anos e meio a 3 bilhões de anos, é que teve lugar o desenvolvimento de espécies animais. Antes disso, existiam apenas microrganismos e bactérias que sobreviviam com o pouco oxigénio da atmosfera primitiva ou que podiam viver sem ele.

2. A respiração das plantas:

As plantas não se limitam a produzir oxigênio, elas também respiram. À semelhança dos animais, elas inspiram oxigênio e expiram dióxido de carbono, conhecido como gás carbônico ou CO2. A fotossíntese das plantas, que é o nome dado à produção de seu próprio alimento, só tem lugar durante o dia, nomeadamente quando as plantas dispõem de iluminação suficiente. Assim, só podem produzir oxigênio quando têm luz. No entanto a respiração ocorre continuamente, tanto de dia como de noite.

Como funciona a fotossíntese em plantas aquáticas dentro do seu aquário plantado

Veja o esquema ilustrativo abaixo, onde temos a representação de um aquário.

3. Outras capacidades das plantas:

- Limpam a água de resíduos orgânicos originados pelas secreções dos peixes e pela a alimentação, que se depositam na água. As substancias azotadas que daí resultam, são decompostas pela água e a utilizamos como adubo; 

- Muitas plantas contêm substâncias letais para as bactérias, através das quais transformam a água infestada num ambiente em que os peixes podem viver; 

- As plantas saudáveis libertam um pouco de oxigênio na região da raiz, permitindo, assim, que o solo do aquário não se deteriore; 

- Bactérias boas e pequenas algas, que também contribuem para a limpeza do aquário, depositam-se nas plantas.